Dieta do Jejum Intermitente Emagrece Até 19Kg Rápido

Aprenda Como Fazer a Dieta do Jejum Intermitente. A Mesma Usada Pela Deborah Secco Para Perder 19Kg!

dieta do jejum intermitente

Que tal emagrecer 19kg em 1 mês como foi o caso da global?

Ela disse em entrevista durante uma seção de fotografia que engordou muito durante a gravidez. E que ela foi essencial para ela emagrecer e ficar em forma novamente.

A ciência está apoiando nesse padrão alimentar antigo para tratar pessoas obesas e reverter a diabetes. Se feita de forma correta ela tem efeitos positivos no corpo, cérebro e aumenta a longevidade do praticante.

Sim, é uma dieta antiga, nossos antepassados já a faziam sem saber que era uma “dieta”. Isso se deve ao fato de que eles não tinham a comodidade que temos hoje. Quando queremos comer simplesmente abrimos a geladeira ou vamos no supermercado.

Não se preocupe, nesse guia irá aprender tudo que precisa saber para fazer o jejum intermitente do jeito certo.

E aí? Pronta(o) para aprender? Então vamos lá!

O que é Jejum Intervalado?

Jejum Intermitente (ou intervalado) é um padrão alimentar em que a pessoa se alimenta em ciclos, comendo e jejuando durante um período não determinado. Esse período pode ser 16 horas de jejum e uma janela de 8 horas para se alimentar do que e quanto quiser.

Ao contrário do que muitos pensam, não precisa passar fome. É ter controle sobre quando e o que comer, não sobre o que comer, e sim quando pode comer.

Durante nosso processo evolutivo, nossos ancestrais passaram por maus bocados, fazendo jejum por vários dias em busca de alimentos. A escassez de alimentos naquele tempo era normal, e essa capacidade ainda está em nosso código genético.

Fato: O jejum já é comumente praticado por religiosos, para fazer exames e cirurgias, protestos e outros motivos.

Não tem duração pré-determinada, podendo durar algumas horas, dias ou semanas. Qualquer período em que não está comendo, está jejuando. Por exemplo, você naturalmente jejua entre a janta e o café da manhã do dia seguinte.

Devido a isso, é um ótimo plano para perder peso. Porém, para aproveitar essa eficácia deve-se fazer o jejum de maneira correta.

Como Fazer a Dieta do Jejum Intermitente (Passo-a-Passo)

O jeito varia bastante. Como é uma dieta famosa entre aficionados em academia e saúde, várias versões foram criadas.

A verdade é que cada pessoa sabe por quanto tempo consegue ficar de jejum. Embora todos nós temos capacidade de ficar dias sem comer, não é algo prazeroso de se fazer.

Durante o jejum, os únicos alimentos permitidos são água, café e chás (sem açúcar). Qualquer alimento além desses irá causar liberação de insulina, e já sai do jejum.

Algumas pessoas acham que podem tomar refrigerantes diet (zero açúcar) durante o jejum, mas isso também as tiram do jejum. Se faz uso de algum medicamento que deva ser ingerido com alimento, o melhor a fazer é intercalar o medicamento na janela da alimentação.

guia do jejum intermitente
Caso queira mais detalhes sobre como fazer jejum intermitente com segurança, recomendamos o guia acima.

Segue abaixo os métodos mais comuns:

O Método 18/6:

Conhecido como o protocolo LeanGains, é o jejum que foi mencionado como exemplo nos parágrafos acima.

Nele está restrito (a) a comer somente durante 8 horas, sendo 16 horas de jejum.

Dieta da Deborah Secco:

deborah secco

O método dela é bem simples, só come quando está com tanta fome que comeria até a comida que mais detesta.

No caso da Deborah, era frango grelhado, então toda vez que ela sentia tanta fome que comeria até frango grelhado, ela comia carnes, verduras, frutas e legumes até ficar saciada (menos frango obviamente).

Caso tenha vontade de comer sanduíches, pizza, bolos, ou outros alimentos não saudáveis, coma bacon ou carnes. A proteína dá saciedade e evita que escorregue na dieta.

Esse método é recomendado para quem conhece seu corpo, ou com acompanhamento profissional.


A Dieta 5:2:

nesse método, comerá somente entre 500-600 calorias durante 2 dias não consecutivos (exemplo, se você jejuar na quarta-feira, só poderá jejuar novamente na sexta-feira), e poderá comer normalmente nos outros 5 dias. Durante os 2 dias de dieta, poderá comer quando quiser, contando que fique entre 500 a 600 kcal.

Ela é recomendada para iniciantes, já que não ficará sem alimentar, apenas terá que limitar suas calorias.

24 Horas de Jejum:

essa é para os fortes, deve-se ficar 24 horas sem comer absolutamente nada. Você terá apenas uma refeição diária.

Exemplo prático, se almoça na segunda-feira 12hrs, só poderá comer na terça-feira 12hrs. Isso só pode ser feito 1 ou 2 vezes durante a semana. Você ainda estará comendo diariamente, mas apenas uma refeição.

Método 20:4:

Método similar ao 18/6, só que invés de um período de 8 horas para fazer suas refeições, tem somente 4 horas para se alimentar. Esse método deixa pouco espaço para comer mais do que deve. A maioria das pessoas reportam que só tem 1 refeição grande durante essas 4 horas, já que o estômago tem capacidade limitada.

Funciona da seguinte forma, se almoçar 12hrs, só poderá se alimentar 20 horas depois, ou seja, 8 da manhã do dia seguinte. Ou um jeito mais fácil é marcar uma janela de 4 horas em que pode comer, e ficar 20 horas de jejum (use um cronômetro para ajudar a não perder a hora de comer novamente).

Jejum de 36 horas:

Esse regime envolve ficar 1 dia todo sem comer. Por exemplo, se jantar no dia 1 (segunda-feira), ficará o dia 2 (terça-feira) todo sem comer e só poderá comer novamente na manhã dia 3 (quarta-feira).

Não é de surpreender que esse é o método que mais queima gordura. Pois, se comparado com o Jejum de 24 Horas, não há chances de exagerar na janta do dia seguinte.

Jejum contínuo:

Como o próprio nome diz, esse jejum não tem tempo pré-determinado para terminar. Caso opte por esse, consulte com um médico nutricionista e tome um poli vitamínico para não ter deficiência de micronutrientes.

O recorde de maior jejum contínuo é de 382 dias. Sob supervisão médica, Angus Barbiere, conseguiu o feito em 1966 e perdeu 132kg. Já imaginou? Ficar sem comer por mais de um ano tomando apenas vitaminas e agua?

Alguns médicos dizem que jejuar até 4 dias é aceitável. Mais do que isso poderá ter problemas como a Síndrome da Realimentação (SR), que são mudanças potencialmente fatais nos fluídos e eletrólitos.

SR ocorre em pessoas malnutridas, ou que ficam muitos dias sem alimentar corretamente, e a realimentação não é feita de maneira correta. Nesse caso, é necessária internação para reposição de minerais e outros fluídos.

Qual o melhor?

Como pode ver pelos métodos acima, as chances de já estar jejuando são grandes.

Por isso, não precisa se preocupar se te fará mal. A melhor forma de fazer jejum intermitente é com acompanhamento e muita informação.

Recomendamos esse livro/curso aqui que tem ajudado milhares de homens e mulheres a emagrecerem fazendo jejum intermitente do jeito certo.

Você deve escolher o método que encaixa na sua rotina, e caso sinta qualquer efeito, consulte com seu médico.

HIIT em Jejum

Uma das práticas que estão se tornando comuns nas academias do Brasil é o HIIT, High Intensity Interval Training, ou em português, Treino Intervalado de Alta Intensidade.

Por ser um exercício de alta intensidade, não deve ser praticado durante jejum. Isso se deve ao fato que o corpo irá naturalmente queimar gordura armazenada para usar como energia.

Se você faz HIIT em jejum os efeitos podem ser desagradáveis, já que a gordura demora para ser metabolizada em forma de energia. Em um exercício de alta intensidade a requisição de energia é alta e rápida, por isso há chances de passar mal.

O único exercício que é recomendado fazer, é uma caminhada leve. Pois, contrário ao HIIT, a caminhada usa energia gradualmente e dá tempo do nosso corpo metabolizar a gordura e usar para suprir as necessidades calóricas do corpo.

Cardápio

Não existe um cardápio definido. Isso é devido ao tempo que fica de jejum não sendo necessário se limitar com o que come.

Dependendo da janela alimentar, não há tempo para exagerar nas calorias. Além de que o corpo em jejum tende a consumir as calorias ingeridas rapidamente.

É obvio que não deve comer alimentos pouco nutritivos como: roscas, salgadinhos, bolos, etc.

Opte pelo valor nutricional em suas refeições, assim não irá perder gordura como irá nutrir seu corpo.



Quanto é possível emagrecer?

Não há consenso sobre quantos quilos alguém pode emagrecer. Mas algo que todos concordam são seus benefícios na queima de gordura.

Como indicado no início desse guia, a global perdeu 19kg pós gravidez com essa fórmula.

Você pode perder de 2 a 10kg, depende especialmente da sua força de vontade e capacidade de adaptação. Pois não é qualquer um que consegue fazer jejuns por longos períodos.

Especialmente no caso de pessoas diabéticas ou com outros distúrbios metabólicos. Se este é seu caso, consulte com seu médico de confiança antes de jejuar para emagrecer.

Antes e Depois

O objetivo principal é perda de peso, com o “efeito-colateral” de auxiliar na construção de músculos. Caso saiba comer para esse fim.

Veja abaixo alguns dos resultados obtidos por diversas pessoas:

if1
if2
if3
if6
if5
if6

Conclusão:

O jejum intermitente não é para todo mundo e requere alto nível de força de vontade. Sabendo fazê-la, é impossível não emagrecer.

O melhor é que fazer jejum não é algo fora do normal, todos nós fazemos, o problema está na capacidade de cada um em jejuar.

No começo pode parecer impossível, mas isso é devido ao corpo não estar adaptado à nova rotina que lhe foi imposta. Dores no estômago, hipoglicemia, fraqueza e dores de cabeça são comuns no início do regime.

É importante conhecer seu estado de saúde antes de começar, pois, assim não corre o risco de passar mal. Caso seja uma pessoa saudável, as chances de conseguir emagrecer são altas.

Espero que esse guia tenha lhe ajudado a entender mais sobre o assunto, e também tenha lhe dado uma ideia sobre o jejum intermitente.

Leia tambémComo Perder Barriga e Culotes em 1 Semana!

Referências:

http://revistaglamour.globo.com/
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3680567/